Projeto do Vereador Marciano que versa sobre a criação do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência de Acrelândia, é sancionado.

por suporte_lilian — publicado 04/10/2017 09h15, última modificação 04/10/2017 09h15
Implantação do Conselho foi sancionada pela Prefeitura do município e publicada no Diário Oficial desta terça (03). Autor do projeto diz que medida visa melhorar atendimento de deficientes na cidade.

   A Câmara de Vereadores de Acrelândia, através de seu Presidente, criou o Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência. O projeto foi aprovado pela prefeitura da cidade e foi publicado no Diário Oficial do Acre (DOE) nesta terça-feira (3). Segundo o autor do projeto, Vereador Marciano, a medida visa melhorar o atendimento dos deficientes na cidade.

   "Quando se tem um conselho para os deficientes fica mais fácil conseguir condições de descobrir qual tipo de deficiência a pessoa tem. Nem todos são bem atendidos nas escolas, mercados e na área pública, principalmente. As escolas não são adequadas para cadeirantes”, falou o vereador. Ressaltou que, apesar de já existir uma lei federal que garante os direitos dos deficientes, a cidade ainda não oferece assistência necessária para os portadores de alguma deficiência. Além disso, o Vereador falou que não há profissionais especializados na cidade.   

"Os municípios distantes são esquecidos, não atendem esse tipo de público, ficam à mercê. O município é carente de profissionais. Temos que ter um carinho maior com essas pessoas. O conselho vai funcionar como um conselho da Saúde, Educação", complementou.